Triângulo do Conhecimento

Para produzirmos software temos que ter fundamentalmente três tipos de conhecimento: conhecimento da engenharia de software, conhecimento do contexto (Universo de Informações) em que o software será aplicado e conhecimento da máquina computacional da qual o software fará parte.

triang-conh.jpg

O conhecimento da engenharia de software permite que o engenheiro tenha proficiência no uso de métodos, técnicas e ferramentas.

O conhecimento do contexto é adquirido com a ajuda das MTFs.

O conhecimento da máquina computacional é proporcionada pela fundamentação teórica em várias disciplinas da ciência da computação.

O grande desafio da engenharia de software é prover MTFs que ajudem os engenheiros de software entenderem o contexto onde o software irá atuar e as limitações da máquina computacional em que o software irá residir. Para isso é inevitável que o engenheiro de software trate o problema da transição de descrições informais para descrições formais e que também modele adequadamente as restrições da máquina escolhida. Essa máquina computacional é uma combinação de hardware e software. Portanto, vale notar que quando produzimos software, temos que levar em consideração outros software já pre-existentes na máquina computacional escolhida.

Essa idéia é fundamentada na visão de Peter Freeman sobre os conhecimentos necessários ao engenheiro de software.
…………

Leia sobre Sistemas de Informação.

Veja a página do autor.

9 Respostas to “Triângulo do Conhecimento”

  1. Três Pontos Fundamentais « Amazing Says:

    […] Amazing Esses textos pertencem ao autor. Se gostou: use. No entanto, não esqueça de fazer a citaçâo. [Leite 07] Leite, J.C.S.P., “título da nota”,”mês/ano”, em Amazing — Comentários sobre Engenharia de Software, https://jcspl.wordpress.com/, 2007. « Triângulo do Conhecimento […]

  2. José Formiga Says:

    Gostei muito do blog. Fiquei assinante.
    Sobre o assunto deste post fiz hà cerca de 2 semanas uma análise sobre o mesmo. Quem tiver interesse pode ver em http://mdalab.wordpress.com/2007/09/02/em-portugal-nao-sao-necessarios-arquitectos-de-software/

  3. jcspl Says:

    Obrigado pelo comentário. Vou ler sua postagem.

  4. Política Industrial « Amazing Says:

    […] software requer conhecimento em três grandes áreas: conhecimento da engenharia de software, conhecimento da máquina computacional e conhecimento do […]

  5. Vídeos | Princípios de Engenharia de Software Says:

    […] Ressaltei também nossa caracterização de Engenharia de Software, e em particular o triângulo do conhecimento. […]

  6. Disciplina | Princípios de Engenharia de Software Says:

    […] software devemos também ter outros tipos de conhecimento.  Para isso veja o que falamos sobre o Triângulo do Conhecimento para o Desenvolvimento de […]

  7. Primeira Semana | Engenharia de Requisitos (INF 1377) Says:

    […] conhecimento do Engenheiro de Requisitos pode ser visto por três ângulos, conforme o chamado triângulo do conhecimento do Engenheiro de Software e ressaltamos que cabe ao Engenheiro de Requisitos a maior parte da área […]

  8. Segunda Semana | Engenharia de Requisitos (INF 1377) Says:

    […] trazidas pela tecnologia (a tecnologia fica além do desejado). Aqui vale a pena ler sobre o triângulo do conhecimento do engenheiro de software. O teste do suco de laranja foi escrito por Weinberg e Gause no livro […]

  9. Décima-Quarta Semana | Engenharia de Requisitos (INF 1377) Says:

    […] também sobre o triângulo do conhecimento e sua importância para o processo de construção de […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: