Redes de Produtos (Mineração de Dados Econômicos)

Um dos livros que recomendo é o livro do Professor Barabási sobre conectividade. O Professor e seu grupo na universidade de Notre Dame especializaram-se no estudo de redes complexas. Já produziram vários trabalhos de importância mostrando a complexidade de diferentes redes em várias situações.

Recentemente, o grupo de Notre Dame e pesquisadores da Escola Kennedy da Universidade de Harvard publicaram um artigo na revista Science que chamou minha atenção. Creio que é um excelente exemplo de como o tratamento de redes com ênfase na mineração de dados pode trazer mais transparência para um conceito tão complexo como o da riqueza das nações.

Vejam a Figura abaixo. Nela podemos ver padrões diferentes do uso da cor preta. Essa cor mostra produtos que tem o total de exportação maior que de importação. Ou seja os padrões em preto mostram a origem de determinados produtos comercializados no mercado global. Vejam que o padrão apresentado pelos países ricos é de centralização da cor preta.

317_482_f2.jpg

O que isso significa? Ocorre que no trabalho de mineração de dados do mercado mundial, usando dados do NBER, os pesquisadores demonstraram que os países mais ricos concentram suas atividades em produtos de alto valor (máquinas, eletrônicos, veículos), ou bens de capitais. Uma vez visualizando esse espaço de produto esses produtos concentram-se no centro do grafo de produtos. O artigo argumenta que o tipo de conectividade entre os produtos do grafo mostra a diferença de um país pouco desenvolvido (vide grafos acima) se comparado ao de país desenvolvido (isto é com uma maior participação no mercado mundial de produtos de maior valor agregado). Quanto mais proxima a concetividade entre produtos, maior o grau de desenvolvimento.

Não li o artigo, ainda, mas li partes do material exposto no sítio do Professor Barabási e uma nota de John Daly (de onde tireio o grafo acima, que foi retirado do artigo da revista Science).

Creio que o artigo sobre o espaço de produtos tem grande importância para que possamos melhor entender a economia. Creio que esse tipo de instrumental é também muito útil para a definição de políticas de desenvolvimento.

Vejam como estava o Brasil em 1985 e em 2000. Comparem com a República Tcheca em 2000 e com a Espanha (1985, 2000). Vejam também os gráficos dos Estados Unidos, da Alemanha, e do Japão para o ano 2000. Os produtos com a moldura preta são aqueles produtos onde os países exportam mais do que importam.

Enfim achei essa pesquisa simplesmente incrível (Amazing)!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: